fbpx
  • Premium
  • Standard Compliant Channels
  • $100
  • Completely synergize resource taxing relationships via premier market
  • 10 GB of space
  • Support at $15/hour
  • Sign Up

202231ᵃ edição do Concurso Africano de Julgamento Fictício sobre Direitos Humanos Christof Heyns
Universidade Britânica no Egipto
25 - 30 de Julho de 2022
Egipto, Cairo 


O Concurso Africano de Julgamento Fictício sobre Direitos Humanos Christof Heyns é o maior encontro de estudantes, universitários e juízes sobre temas de direitos humanos em África. Este evento anual junta todas as faculdades de direito em África, cujos melhores estudantes pleiteiam um caso hipotético sobre direitos humanos  como se estivessem diante do Tribunal Africano de Direitos do Homem e dos Povos. O concurso visa formar continuamente às novas gerações de juristas para pleitear caso de violações presumidas de direitos humanos diante do Tribunal Africano.

Desde a sua criação em 1992, 150 universidades provenientes de 50 países Africanos participaram deste evento incontornável no calendário universitário africano. O concurso foi o catalisador do estabelecimento dos principais programas de ensino e pesquisa em direitos humanos em África. Em 2021 a 30ᵃ edição do concurso teve lugar na Universidade de Stellenbosch, na África do Sul. O evento que marcou a 30ᵃ edição do concurso permitiu, pela primeira vez, combinar uma abordagem híbrida do pleito com uma imersão cultural no novo modo de vida durante a pandemia da Covid-19.

Em 2022, o Concurso será organizado pela Universidade Britânica no Egipto. O caso hipotético abordará questões de mudanças climáticas, tráfico de seres humanos e responsabilidade do intermediário na internet.

O concurso será realizado em Inglês, Francês, Português. e arabe.

Site Inglês   Site Francês موقع عربي

Sobre a Concurso Africano de Julgamento Fictício sobre Direitos Humanos

O Concurso Africano Sobre Direitos Humanos é o maior encontro de estudantes, acadêmicos e juízes em torno do tema dos direitos humanos na África. Este evento anual reúne todas as faculdades de Direito em África, cujos alunos mais destacados discutem um caso hipotético de direitos humanos como se estivessem diante do Tribunal Africano dos Direitos Humanos e dos Povos. O Concurso visa preparar uma nova geração de advogados para argumentar casos de alegadas violações de direitos humanos perante o Tribunal Africano.

Desde sua criação em 1992, 175 universidades de 50 países africanas tomaram parte neste elemento permanente no calendário de ensino jurídico de África. O Moot tem sido um catalisador para o estabelecimento dos principais programas no domínio do ensino dos direitos humanos e da investigação em África. Em 2020, a 29a edição do Concurso Africano de Julgamento Fictício foi organizada em colaboração com a Université Virtuelle do Sénégal e da Université Cheikh Anta Diop de Dakar. Realizada virtualmente devido a pandemia da COVID-19 onde 36 equipes de 12 países africanos participaram.

Em 2021, o Concurso Africano de Julgamento Fictício será acolhido pela Universidade de Stellenbosch, na África do Sul, entre os dias  26 a 31 de Julho de 2021. Um formato híbrido foi adoptado para reduzir os riscos da corrente pandemia da COVID-19. O caso hipotético tratará de problemas relacionados com Violência Baseada no Gênero, identidade de gênero, minorias sexuais e direitos da criança.


“AFRICA: DOS ERROS HUMANOS PARA OS DIREITOS HUMANOS”

Facebook Home logo old.svgchr logo     instagramchr logo     twitterchr logo
line
   Facebook Home logo old.svg rZ3WzImA 400x400    instagram rZ3WzImA 400x400    twitter rZ3WzImA 400x400 

#AfricanMoot2022